Bom meninas, passei uns dias passeando por Milão na Itália e Munique na Alemanha, e irei contar um pouco sobre esses dias incríveis!!!
Começamos o dia muito bem em um tour mega esplendido por Milão com carrinhos nada convencionais, e como puderam ver no meu Instagram (clique aqui), como Ferrari e Lamborguini, e na espera fizemos o Look do Dia.
Em Milão deu para se vestir até que bem, afinal esteve apenas em 6 graus o termômetro, só em Munique que mudou um pouco o conceito de estar bonita, para estar quente, apenas QUENTE!!!rsss

Sempre com 2 calças e 2 meias e blusinhas térmicas por baixo da malha e opte por blusas fáceis de tirar em “Ristorantes”, pois dentro costuma ser bem quente!!
A Rê minha linda amiga e parceira de viagem com uma calça que está em todas as vitrines de varias marcas, Calça Aveludada, na cor militar que esta super em alta.

Hora de comer, as fachadas costumas ser bem modestas, mas ao entrar é tudo bem decorado ao estilo Europeu: Estátuas, paredes emolduradas, detalhes em moveis… Lindo!!

São muitos pratos e não dá para seguir ao “pé da letra” o ritual, então dividíamos, e apenas o “Primo Piatto” ou Primeiro Prato pedíamos individual.

O Duomo é apenas mais um dos fabulosos exemplos de arquitetura e monumentalidade dirigida ao culto ao divino entre tantas outras catedrais construídas na Europa durante a Idade Média, entre os séculos 9 e 12.

Dizem que o Duomo foi projetado pelo pintor, escultor, arquiteto, engenheiro, cientista e inventor italiano Leonardo da Vinci, nascido em 15 de abril de 1452 em Anchiano, pequena vila chamada Vinci, perto de Florença, na Itália, e falecido em Amboise, na França.

Situado no centro da cidade , o Duomo é o Marco Zero geográfico da cidade e ponto de partida para se conhecer a cidade. Muitas de suas atrações estão nas proximidades ou vizinhanças.

A igreja começou a ser construída no Século 14 mas só foi “concluída” 500 anos depois, mas ainda está em obras faltando a real conclusão.
Duomo é uma gigantesca igreja catedral, uma das maiores em estilo gótico em todo o mundo, em dimensões, pois tem cerca de 160 m de comprimento por 92 de largura. Suas dimensões representam aquilo que mais impressiona e provoca admiração a quem a visita, num primeiro olhar.

O telhado da Duomo, todo em placas de mármore, da mesma pedra de sua fachada, suas esculturas (santos, gárgulas e agulhas) e de onde se tem uma bela vista de toda a cidade. A fachada do Duomo não tem apenas um estilo arquitetônico: eles vão do gótico ao renascentista, com alguns elementos neoclássicos.

Ainda no exterior, antes de entrar na igreja, não deixe de observar o rendilhado que envolve as janelas-vitrais e também as belíssimas e enormes portas de bronze, nas quais estão esculturas em baixos e altos-relevos que mostram cenas da história da cidade.

No telhado as centenas de agulhas altíssimas, de arcos e gárgulas, estátuas e cariátides esculpidos em mármore impressionam tanto quanto sua fachada, vista do nível da rua. A mais magestosa das imagens é a estatua dourada da Madonnina do Perego, situada no topo da agulha maior, onde foi colocada em 1744.

No seu interior, tem capelas, pinturas à óleo gigantescas e perfeitas, feitas pelos melhores artistas plásticos já conhecidos durante a história, chão de mármore, 52 gigantescas colunas de pedra, 2 Arcebispos Beatificados e assim, em suas Sepulturas de vidro, como podem ver abaixo e mais de 2.200 estatuas.

Tivemos o privilégio e a honra de poder estar lá em um Domingo, pois teve missa, foi lindo as orações em Italiano junto a toda história e encanto, portanto se você for marcar sua viagem tente estar em um Domingo, para poder ver esse milagre.

Bom é isso meninas, este foi um dia as avessas, que fui das “vontades da carne” como andar em um belo carro e comer em um bom restaurante à parte espiritual, que esse sim, não tem preço que pague.

Gostaram, ainda temos mais sobre Milano!!!

XOXO,
Carol
Gutie Viagens
;)